Achados arqueológicos dão vislumbres sobre o mundo dos pescadores nos tempos bíblicos

Por Sandro meira para o portal CGIPU,
Publicado em: 11/10/21 - 06:35

Luiz Sayão diz que os achados nos ajudam a entender como era a vida dos discípulos.


Um novo estudo arqueológico, realizado no sítio Jordan Stairs (JRD), nas margens do rio Jordão, em sua nascente no Vale de Hula, mostra como era a pesca há mais de 10 mil anos, no local onde personagens bíblicos realizaram grandes milagres.

O estudo, publicado na quarta-feira (6), revelou as evidências mais antigas do mundo para o uso de anzóis, aos quais eram fixados vários materiais que transformavam o próprio anzol em isca, conforme o Jerusalem Post.

Entre os achados há pesos de calcário que eram utilizados nas redes e até ossos de peixes. Segundo pesquisadores, os objetos dão um vislumbre extraordinário do mundo dos antigos pescadores.

 

                   Pesquisadores no sítio arqueológico Jordan Stairs, rio Jordão. (Foto: Captura de tela/YouTube Ynet)

Importância dos achados arqueológicos

Para o pastor e professor de arqueologia, Luiz Sayão, as descobertas são importantes e relevantes. “Essas descobertas nos mostram muito sobre as atividades dos pescadores e o quanto essa função era importante nessa região. Nos ajuda a entender como era a vida dos discípulos de Jesus”, disse ao Guiame.

“O lago que era raso, depois virou uma região pantanosa, que o estado de Israel acabou drenando. Levando em conta que grande parte das terras de Israel é árida e semi-árida, um dos poucos lugares com água, como o rio Jordão, o lago de Hula e o lago da Galileia, sempre foram fundamentais”, disse.

Além disso, o professor explica que esses estudos esclarecem muito sobre a realidade da economia daquela região, nos tempos do Novo Testamento.

Foto aérea da região de pesquisa arqueológica. (Foto: Captura de tela/YouTube Ynet)

Sobre os objetos encontrados

O estudo foi liderado pelo professor Gonen Sharon, chefe do Programa de Estudos da Galiléia, no Tel Hai Academic College, juntamente com uma equipe de pesquisadores dos Estados Unidos, Alemanha, Itália e Israel, que examinou vários aspectos dos ganchos e outras descobertas, de acordo com o Cafetorah.

“A pesquisa multidisciplinar nos permitiu reconstruir em grande detalhe a tecnologia de pesca que era usada pelos antigos pescadores do Vale do Hula”, explicou Sharon.

Reconstrução de equipamento de pesca antigo. Anzol de osso e afundador de pedra. (Foto: Emanuela Cristiani)

Segundo ele, foram usadas técnicas de varredura tridimensional e microscópios de alta ampliação, para recriar a tecnologia avançada usada para fazer os ganchos. “Os ganchos são feitos de ossos de animais, com técnica que apresenta perfuração e lixamento”, explicou.

s estudiosos disseram que um dos aspectos fascinantes revelados no estudo é a restauração dos métodos de amarração usados ​​pelos antigos pescadores para prender os anzóis e pesos a uma vara.  

Eles também revelaram que os antigos pescadores usavam fios finos feitos de material vegetal e que faziam nós intrincados e sofisticados e até usavam identificações nos anzóis, provavelmente com queima de lenha, para garantir que não fossem perdidos.

Nos tempos bíblicosO local do sítio arqueológico onde foram encontrados os objetos, foi citado várias vezes na Bíblia descrevendo eventos importantes. Josué teve que atravessar o rio Jordão para entrar na Terra Prometida (Js 1.2). João Batista batizou as pessoas de sua época, mergulhando-as no rio Jordão, inclusive o próprio Cristo.

Um dos grandes milagres ocorridos no Jordão foi a cura de Naamã, que mergulhou sete vezes no rio e ficou limpo da lepra, conforme as especificações do profeta Eliseu (2 Rs 5.9). A pesca maravilhosa de Pedro (Lc 5.9) também aconteceu nas imediações.

Assista (sem tradução):

guiame.com


Leia também

A IPU da cidade de Itamaraju - Ba, realizou o 1º Impacto Profético.

A IPU de Teixeira de Freitas - Ba, realizou festa Conjunta dos departamentos.

A IPU de Presidente Tancredo Neves - Ba, batizou 13 novos membros.

A IPU de Balneario Carapebus em Serra - ES realizou o 13º Congresso do Grupo Rompendo em Fé.

A IPU de Hortolândia - SP, realizou Congresso do Departamento Infantil.

Receba Notícias por celular


Ex.: DDD + número de celular. 73 9 9999-9999



2016 - Convenção Geral das Igrejas Pentecostal Ungida